O momento em que estamos vivendo, devido à crise mundial do coronavírus, não é um dos mais fáceis. Principalmente no quesito financeiro. E para aqueles que sofrem com a dependência química/alcoólica e precisam de ajuda profissional, a clínica de recuperação gratuita seria uma alternativa.

Mas será que este tipo de instituição é confiável? Será que uma clínica de reabilitação gratuita é tão boa quanto uma clínica particular? Quais são as vantagens e desvantagens de cada uma delas? Continue conosco e saiba as respostas para essas perguntas!

Antes de qualquer coisa, queremos falar um pouco mais a fundo sobre a dependência química e o alcoolismo, mostrar alguns dados interessantes e, ao mesmo tempo, preocupantes com relação a estes dois problemas que tanto prejudicam milhões de pessoas pelo mundo afora.

Sobre a dependência química, ela é definida pela 10ª edição da Classificação Internacional de Doenças (CID10), da Organização Mundial da Saúde (OMS), como um conjunto de fenômenos comportamentais, cognitivos e fisiológicos que se desenvolvem após o uso repetido de determinada substância.

A dependência pode dizer respeito a uma substância psicoativa específica (por exemplo, o fumo, o álcool ou a cocaína), a uma categoria de substâncias psicoativas (por exemplo, substâncias opiáceas) ou a um conjunto mais vasto de substâncias farmacologicamente diferentes.

Segundo o Relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), em 2017, 5,5% (equivalente a 271 milhões de pessoas) da população mundial adulta havia feito o uso de algum tipo de droga.

Para se ter uma noção mais clara, pode-se traduzir para 1 a cada 20 pessoas, aproximadamente. No mesmo período, uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz mostrou que 3,5 milhões de brasileiros eram usuários de drogas ilícitas.

Alcoolismo

Alcoolismo

Agora, falando sobre o alcoolismo, assim como a dependência química, ele também é uma doença crônica, ou seja, não possui cura.

O alcoolismo é caracterizado pelo consumo incontrolável de álcool, condicionado pela dependência. É a incapacidade de controlar a ingestão de álcool devido a dependência física e emocional.

Os sintomas incluem consumo repetido de álcool apesar de problemas jurídicos e de saúde. Alcoólatras podem iniciar o dia com uma dose, sentir culpa por beber e querer reduzir a quantidade consumida.

O consumo de álcool pode ser inofensivo, mas até certo ponto. Na verdade, alguns especialistas no assunto dizem que não importa a quantidade de álcool ingerida, pois quem o consumir estará prejudicando seu organismo de alguma forma.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o álcool chega a matar 3,3 milhões de pessoas por ano em todo o planeta. Número este que representa 5,9% das mortes anuais.

Das 3,3 milhões de mortes causadas pelo álcool, 25% das pessoas têm entre 20 e 39 anos. No Brasil, 3% da população é considerada alcoólatra. Este número é equivalente a mais de 4 milhões de pessoas com idade acima de 15 anos.

São números preocupantes e que, infelizmente, só vêm aumentando com o passar do tempo.

As estatísticas também nos mostram que as principais vítimas do álcool são os mais jovens, com idades entre 20 e 39.

Isso porque, em geral, quem costuma consumir álcool e em grandes quantidades, são pessoas dessa faixa etária.

Além do prejuízo que o abuso do álcool e consequentemente o alcoolismo causam aos que consomem a substância, também precisamos destacar os males que a família desses indivíduos sofre.

Quem não conhece alguém que possui um parente alcoólatra ou dependente de alguma droga ilícita? Quem conhece, sabe o quanto a família sofre.

Clínica de recuperação gratuita x clínica de recuperação particular

Clínica de recuperação gratuita x clínica de recuperação particular

Agora vamos ao assunto principal deste artigo que é saber se uma clínica de recuperação gratuita é confiável e qual a sua diferença se comparada com uma clínica de recuperação particular.

A princípio, os familiares do dependente químico/alcoólico podem optar por uma clínica de recuperação gratuita, pois a situação financeira da maioria das famílias brasileiras não é das melhores. Principalmente porque ainda estamos no meio de uma pandemia histórica, que abalou não apenas o Brasil, mas o mundo todo.

E a realidade é que o tratamento para dependentes químicos e/ou tratamento para alcoólatras em uma clínica de reabilitação particular costuma ser inacessível para a maioria das pessoas em nosso país.

Mas por que será que isso acontece? Seria porque os donos das clínicas são mercenários e só pensam em lucro? De forma alguma!

 Por que uma clínica de internação é tão cara?

Por que uma clínica de internação é tão cara

Além dos profissionais envolvidos no tratamento dos dependentes químicos/alcoólicos, é necessário que a clínica de recuperação possua um ambiente seguro, tranquilo e confortável.

Tudo isso ajuda e muito na reabilitação do paciente. E manter uma clínica de recuperação com um alto padrão de qualidade não é fácil. Os gastos são muitos.

Tanto é que as clínicas de recuperação gratuitas, em sua maioria, necessitam de muitos voluntários, tanto profissionais doando seus serviços e seu tempo, quanto pessoas da comunidade ajudando com dinheiro ou qualquer outro objeto que seja útil.

Essas clínicas fazem um excelente trabalho, na medida do possível, pois nem sempre conseguem atender a grande demanda de pacientes dependentes químicos ou alcoólatras, seja por falta de estrutura do local ou por falta de recursos financeiros.

Por isso as clínicas de recuperação para dependentes químicos particulares precisam cobrar valores relativamente altos. Para proporcionar um atendimento de grande qualidade e assim otimizar o tratamento e a recuperação dos pacientes.

Vale lembrar que o tratamento para dependentes químicos/alcoólicos se resume em salvar vidas. Não há dinheiro que pague ver um filho com uma vida saudável, longe das drogas.

Não há dinheiro que pague ver um casal feliz, onde ambos não são dependentes de álcool ou qualquer outra droga. E não há dinheiro que pague ter uma vida recuperada, resgatada, reabilitada. Essa é a função da clínica de recuperação para dependentes químicos.

Nós, do Ache Clínicas de Recuperação, não trabalhamos com nenhuma clínica de recuperação gratuita. Mas se você precisa de ajuda para vencer a dependência química ou alcoólica, entre em contato conosco. Com certeza nós iremos indicar uma clínica de reabilitação de alto nível e que possua um preço justo, que caiba no seu bolso.