Falando sobre dependência química, as mulheres ainda perdem para os homens nos dias de hoje, no entanto também sofrem com a doença. Mas será que uma clínica de recuperação feminina é necessária? 

Por que as mulheres precisam de um tratamento especializado? É o que nós vamos revelar neste artigo. Boa leitura!

Infelizmente a dependência química tem se tornado cada vez mais um problema relacionado às mulheres, que têm deixado de ser coadjuvantes para se tornar protagonistas dessa triste história.

O número de mulheres que têm se tornado dependentes químicas vem aumentando cada vez mais. A ponto de ficarem mais próximas dos homens com o passar do tempo.

É fato que homens e mulheres não são iguais, no sentido biológico. O organismo masculino não é igual ao feminino e por isso há particularidades inerentes a cada um, que os torna únicos e lhes dá peculiaridades que lhes são próprias.

Não se trata de uma guerra de sexos.

Mas a verdade é que homens e mulheres divergem em muitos pontos e em todos os sentidos que se possa imaginar.

Mas numa coisa não há diferença entre o organismo de homens e mulheres: os grandes males provocados a ele pelo álcool e pelas drogas.

Portanto, a dependência química traz consequências péssimas tanto para os homens quanto para as mulheres, o que exige atenção especial em ambos os aspectos.

A verdade é que para ambos (homens e mulheres) medidas paliativas não são suficientes para promover a “cura” da dependência química.

É preciso medidas mais “drásticas”, que podem causar certo desconforto, mas certamente surtirão melhores efeitos. Eis o papel da clínica de recuperação feminina.

Por que uma clínica de recuperação feminina?

Por que uma clínica de recuperação feminina

De acordo com a Ciência, o organismo das mulheres é ainda mais vulnerável que o organismo masculino no que se refere ao uso das drogas.

Isso tem íntima relação com a sensibilidade à flor da pele e também com a alta gama de sentimentos que tumultuam o coração feminino no dia a dia.

Além disso, há a questão relacionada à genética, que tem forte influência, já que o corpo do homem possui maior quantidade de enzimas e cofatores, responsáveis por fazer a digestão do álcool e das drogas.

Como nas mulheres esse processamento é mais demorado, fatalmente elas sofrem ainda mais com o vício.

Nesse turbilhão de coisas (emocionais e biológicas) a dependência química se torna ainda mais acentuada, dado o fato de ser o refúgio necessário para a necessidade de equilibrar os sentimentos por meio de “um momento de paz”.

Para que todo o processo de libertação das mulheres seja efetivo, é necessário que haja a intervenção especializada de profissionais que conhecem bem esse assunto e que têm condições de aplicar as melhores técnicas para ajudar as mulheres a se sobressaírem a esse mal.

É por esse motivo que no Ache Clínicas de Recuperação nós trabalhamos com clínica de recuperação feminina em um ambiente totalmente preparado para elas.

Nossos parceiros desenvolvem uma estrutura robusta para proporcionar a elas o mais completo tratamento, capaz de promover a reabilitação de maneira simples, rápida e efetiva.

Se você ou algum familiar está em situação de vício e procura por uma clínica de recuperação feminina, entre em contato conosco. Nós faremos o que estiver ao nosso alcance para ajudar!